Diocese de Novo Hamburgo

Em TEMPOS de PANDEMIA 2020

- CARITAS Nossa Senhora da Piedade, Bairro Hamburgo Velho, Novo Hamburgo

A pandemia da Covid19 trouxe tempos traumatizantes, destabilizando a todos, principalmente os mais vulneráveis e, neste grupo incluímos a maioria das famílias que a Caritas Paroquial atende. Filhos sem frequentar a escola, falta de alimento para suprir as necessidades, pais de familia e mães trabalhadoras, ambos afastados de suas atividades que lhes garantia o principal sustento.

A missão da Cáritas é “testemunhar e anunciar o Evangelho de Jesus Cristo, defendendo e promovendo a vida e participando da construção solidária de uma sociedade justa, igualitária e plural, junto com as pessoas em situação de exclusão social”.

Desde o início deste período tão difícil e desafiador pelo qual passa a humanidade, a Cáritas paroquial jamais deixou de cumprir sua tarefa, que é a de atender as famílias cadastradas, bem como outras que acorreram até o setor, em busca de auxílio.

Em 22 de maio de 2020, a Caritas Nossa Senhora da Piedade completou 20 anos desde a sua criação. Atualmente conta com uma infra-estrutura de 6 salas, cedidas pela comunidade, para realização de suas atividades: Bazar Solidário, Oficina de Sabão, Triagem, Atelier de Costura, Informática e Estoque de Alimentos. Esta última passou a ser única e exclusiva para o armazenamento dos alimentos e montagem das cestas básicas. Os funcionários dos serviçõs gerais e manutenção paroquial organizaram e deixaram a sala apta para o uso.

Graças ao apoio de benfeitores, colaboradores, paroquianos, movimentos, grupos, pastorais e capelas, todos amigos engajados na causa social que a paróquia abraça, foi possível a entrega das cestas básicas e atender as famílias. Desde janeiro até agosto foram entregues 660 cestas básicas, contabilizando 8.116kgs de alimentos. Grandes parceiros se juntaram à causa, entre eles o Banco de Alimentos BARC/RS, Lions Clube NH/Centro, Imobiliária Terramar, e outros tantos que foram e são solidários, na doação de gêneros não perecíveis que compõem as cestas básicas, entregues mensalmente às famílias. Outras doações beneficiaram os usuários da Cáritas: vestuário masculino, feminino, infantil, calçados, roupas de cama, mesa e banho, acessórios, utensilios e móveis.

 

A pandemia vigente tem como regra principal o distanciamento social, exigido pela Organização Mundial de Saúde/OMS. Uma vez que a maioria do voluntariado é do grupo de risco, formou-se uma equipe de apoio de seis senhoras, todas do voluntariado, que atende as famílias, realiza os trabalhos de triagem e registro das doações recebidas. Uma voluntária, da equipe de visitação, tem feito as visitas domiciliares, para atender as necessidades mais urgentes e levar o alimento aos cadastrados idosos e outros adoecidos, sem condições de vir até a paróquia.

Na ausência da equipe de voluntariado, sempre e quando necessário, algum funcionário é liberado para prestar auxílio, seja no recebimento dos alimentos ou outras doações. Como é reduzido o grupo de senhoras que presta atendimento no dia da entrega das cestas básicas e doação às famílias, contamos igualmente com a colaboração dos funcionários.

A maioria do voluntariado, impossibilitado de realizar as atividades presencialmente por ser do grupo de risco, realiza outras tarefas, ou seja, articulação de campanhas ininteruptas através das mídias sociais, em busca de doações de todo o gênero, especialmente de alimentos, planejamento das ações, relatórios, busca de doações à domicílio e encaminhamento à paróquia. As costureiras do atelier continuam, em casa, fazendo os seus trabalhos de artesanato, confecção de máscaras, tapetes, toalhas, mantas, almofadas, panos de prato, bolsas e aventais. Outras colaboradoras, tem se dedicado aos trabalhos de tricô e crochê, confeccionando peças do vestuário infantil destinadas às crianças das famílias atendidas.

O artesanato é comercializado no Bazar Solidário. Quantidade expressiva de máscaras foram doadas a entidades da região. São também utilizados para uso pessoal na paróquia, funcionários, voluntariado, usuários da Cáritas, enfim, estão disponíveis para doação sempre e quando forem necessárias.

O Bazar Solidário voltou a funcionar, após recesso temporário, às segundas e quartas-feiras à tarde, das 13h30min às 15h30min. Atendimento ao público, por ordem de chegada, seguindo as normas da Vigilância Sanitária e Decreto Municipal/NH, sem aglomeração, distanciamento, uso de máscaras, álcool gel, higienização do espaço de trabalho e dos calçados à entrada do Bazar.

Uma parcela dos recursos advindos dos produtos vendidos, é utilizada para compra de material para o artesanato. Outra parte dos recursos está servindo de auxílio à comunidade paroquial, tendo em vista as dificuldades financeiras vigentes, pelo fato de as atividades pastorais, sociais e litúrgicas terem sido interrompidas completamente, durante quase seis meses. A Cáritas cumpre sua missão, como braço social, neste momento de tantos desafios e carências, e ajuda a Igreja em suas necessidades. Os 9 funcionários da Paróquia também recebem, merecidamente, a cesta básica mensal.

Como Cáritas é preciso ampliar a solidariedade, investir em ações sociotransformadoras, não somente neste momento tempetuoso pelo qual atravessa o planeta mas, que estes sentimentos de solidariedade e amizade não sejam apagados e esquecidos. É preciso vivenciar a CARIDADE, acolhendo a todos, sem distinção de raça, cor ou opção religiosa.

O AMOR DE CRISTO NOS IMPULSIONA! NÃO NOS CANSEMOS DE FAZER O BEM!