Diocese de Novo Hamburgo

Campanha para o subsídio de Natal

- CNBB SUL 3

Além de oferecer uma preparação espiritual para o Advento, o material deste ano será também fonte de recursos para contemplar as coletas previstas para 2020

O Regional Sul 3 da CNBB lançou nessa terça-feira, 23, a campanha para venda do material em preparação ao Natal. A publicação, já tradicional na Igreja do Rio Grande do Sul, ganha em 2020 uma motivação especial: ser sinal de solidariedade e partilha.

Preparado pela equipe estadual de subsídios, que pensa e produz os materiais de formação e reflexão no Estado, a edição deste ano apresenta dois itens que podem ser adquiridos separadamente: uma guirlanda e um livro. Com o lema Reconstruir a Esperança, o livreto (R$ 2,00) traz a proposta de quatro encontros preparativos para o Advento, além da Celebração Penitencial e a Bênção do Dia de Natal.

Em virtude da pandemia do Coronavírus que vivemos em 2020, o episcopado gaúcho percebeu a impossibilidade da realização das coletas previstas para este ano e, por isso, decidiu que a guirlanda fará parte de um grande projeto de partilha e solidariedade da e com a Igreja do Rio Grande do Sul. O preço da guirlanda será de R$ 5,00distribuído da seguinte forma:

  • Um real ficará para a paróquia;
  • Um real será destinado à diocese;
  • Um real cobrirá os custos e ajudará na manutenção anual do Regional Sul 3.
  • Dois reais serão destinados para formar um fundo que será destinado às coletas 

 

A carta publicada pela presidência da CNBB Sul nesta tarde, destaca que “será preciso ousada criatividade para fazer chegar às pessoas esse material, divulgando amplamente nas redes sociais das dioceses e paróquias, bem como nos diversos grupos de WhatsApp das comunidades, sempre destacando o significado e objetivo da guirlanda: ela foi pensada para suprir as coletas programadas para o ano de 2020, e também para colaborar na manutenção das paróquias, dioceses e Regional”.

Os pedidos devem ser feitos até 15 de julho nas dioceses, que encaminharão a solicitação ao Regional. A importância do respeito ao prazo é para que os materiais sejam entregues nas dioceses dentro do tempo previsto: até 20 de setembro.