Diocese de Novo Hamburgo

Ordenação Sacerdotal do Diácono Henrique Minuzo

- PASCOM DIOCESANA

Na sexta-feira, 14 de Dezembro acontecerá a Ordenação Sacerdotal do Diácono Henrique Minuzo, na Paróquia Sagrado Coração de Jesus - Novo Hamburgo.

 

 

1. Henrique Lysyk Minuzo, nascido em Novo Hamburgo no dia 13 de março de 1993. Filho de
Antônio Ivo Minuzo e Tereza Lysyk e irmão mais novo de Ivone Maria Lysyk Minuzo e Eloir
Lysyk Minuzo. Natural da Paróquia Coração de Jesus – Novo Hamburgo, na qual recebi o
Batismo, a Primeira Comunhão, o Crisma e a Ordenação Sacerdotal.
2. Minha vocação surgiu dentro da família e participando da comunidade. Lembro que desde
pequeno queria ser padre. No começo, ser padre parecia pra mim uma profissão, por isso
queria ser várias coisas, mas tudo tinha o intuito de poder ajudar aos outros. Na pastoral dos
coroinhas, comecei a entender um pouco melhor o sacerdócio e a assentir com a vida ao que
descobria. Queria muito ir logo para o seminário e, quando chegou a oportunidade, não
hesitei. Não posso dizer que houve um momento específico, um “sinal” pontual, digamos.
Deus falou em muitas coisas pequenas e fala ainda hoje, pedindo meu sim.
3. Minha família é de origem católica. Quando era pequeno, minha mãe me levava para a
igreja e me ensinou a rezar; me falou de Jesus e de Nossa Senhora. Também foi em casa que
tive a primeira catequese e a primeira formação humana. Ali foram postas as bases que me
fazem ser quem sou.
4. Em 2008, ingressei no Seminário Diocesano Maria Auxiliadora, em Dois Irmãos, para receber
as primeiras formações, concluir o Ensino Fundamental e cursar o Ensino Médio. Em 2012,
comecei a cursar a Filosofia no Seminário Maria Mater Ecclesiae do Brasil, em Itapecerica da
Serra – SP, o qual concluí no ano seguinte. De 2014 a 2016, vivendo no Seminário Maior São
Luiz Gonzaga, em Viamão, fiz a maior parte do curso de Teologia na PUCRS. Em 2017 realizei o
meu estágio pastoral, trabalhando como assistente no Seminário Diocesano Maria Auxiliadora.
Regressei a Viamão em 2018, ano em que concluí o curso de Teologia na PUCRS. Fui ordenado
Diácono neste mesmo ano, em 5 de agosto, juntamente com os irmãos Cléber Rodrigues,
Ezequiel Persch e Rafael Führ, e sacerdote em 14 de dezembro.
4. A maior alegria, sem dúvida, é saber que Deus me ama muito e me chama todos os dias a
viver mais próximo a Ele. Quando alguém entende verdadeiramente porque Cristo o está
chamando, qualquer dificuldade é pequena. De qualquer forma, nessa caminhada, a Virgem
Maria sempre me acompanhou; assim como minha mãe me ensinou o que é certo e o que é
errado, Maria sempre me mostrou Jesus como a melhor escolha.
5. Nossa Diocese tem muitas vocações e muitos sacerdotes porque tem um povo que ama,
ajuda e reza por seus seminaristas e padres. Continuem se empenhando! Vocês fazem tanto
por nós que eu desejo vivamente poder me doar em favor de todos. Também peço, de todo o
coração, que rezem e lutem para que possamos ter famílias santas. Sim, rezem para que haja
muitos matrimônios santos! E não deixem nunca de ensinar seus filhos sobre a vida religiosa,
para que, se for da vontade Deus, possam eles com mais facilidade ingressar nesse meio.