Diocese de Novo Hamburgo

Comunidade São Jorge Festeja seu padroeiro.

- Pascom da Paróquia São Jorge

 

A comunidade católica di bairro Campina, de São Leopoldo - RS, já está se preparando para mais uma edição da Festa do Padroeiro São Jorge, desde o dia 31 de março, na Comunidade matriz são Jorge de nossa paróquia. Esta preparação acontece por meio de uma vintena. Tendo passado pelas casas de famílias de nossos paroquianos, dia 11 de abril, a imagem de São Jorge retorna para Igreja matriz para realizarmos os últimos nove dias desta vintena.

A programação é dias 11 e 12 às 19h30, e no dia 14 às 19h00, tendo uma pausa para a solenidade da semana santa, retornando com a programação na noite da Páscoa da Ressureição, dia 21 de abril, se estendendo até 27 de abril.

No dia 27 de abril, haverá uma programação especial para a festividade. Iniciando às 9 horas com a cavalgada. Inúmeros cavalarianos sairão da frente da igreja Matriz, levando a imagem do padroeiro pelas demais comunidades, retornando para a Matriz onde receberão a benção do padre.

Às 18:30, haverá uma carreata que sairá da comunidade Nossa senhora Aparecida, na Vila Elza, saindo pelas ruas do bairro, passando pelas comunidades e levando a imagem de são Jorge,  até chegar na igreja Matriz para a Missa festiva às 19h30.

Confira, abaixo, a programação da Vintena:

11-04 - Pe. Ezequiel Persch

12-04 - Pe. Cléber Rodrigues

14-02 - Pe. Isaias Antônio Colling

21-01 - Pe. José Monteiro Filho

22-04 - Pe. Maicon Graeff

23-04 - Dom Zeno

24-04 - Pe. Neimar Pies

25-04 - Pe. Everton de Souza

26-04 - Pe José Augusto Schneider

27-04 - Pe. Hilario e Alexsandro Lemos

A festa terá início às 21 horas com jantar baile e animação da banda Flor da Serra, com cartões no valor de R$ 35,00, que podem ser adquiridos na secretaria paroquial.


Brevo histórico de São Jorge:

Jorge, originário da Capadócia, atual território da Turquia, era centurião romano. Homem de confiança do Imperador Diocleciano. Jorge, converteu-se ao cristianismo e começou a pregar o evangelho, socorrer os doentes, animar os encarcerados, ajudar os desvalidos, pobres e necessitados. Incomodado, o imperador, chama Jorge ao palácio e questiona-o sobre seus atos. De imediato, Jorge responde sem titubear: “Chamo-me Jorge, o cristão”. Como Diocleciano tinha apreço por Jorge, tentou demovê-lo de tal intento. Mas tudo em vão. Jorge, convicto de sua escolha e cheio do Espírito Santo, justificava sua fé e conquistava seguidores e novos soldados para o cristianismo. Diocleciano muito furioso, mandou prender, bater, açoitar, castigar, torturar Jorge. Vendo que tudo era em vão, mandou matar o Santo Guerreiro no dia 23 de abril de 303. Desde então o nome do mártir, São Jorge, conhecido mundialmente, como o Santo Guerreiro, espalhou-se por todo o mundo.  São Jorge é padroeiro da Inglaterra, Grécia, Catalunha, Portugal, dos escoteiros, dos soldados. No Brasil é Protetor e Patrono de diversas Escolas de Samba e Clubes de Futebol. Diversas personalidades e artistas são devotos deste Querido Santo.

     Muitos devotos têm dado seus testemunhos de fé e das graças alcançadas com a intercessão e ajuda do Santo Guerreiro. Verdadeiros milagres recebidos por aqueles que têm recorrido a São Jorge e pedido favores especiais.