Diocese de Novo Hamburgo

Dia de Pentecostes – nova etapa da Missão | A Voz da Diocese 635

Dom Zeno

Desde tempos muito remotos, a Igreja celebra neste domingo a segunda maior Festa do ano. Depois da Páscoa, a maior festa de nosso calendário é o dia de Pentecostes, a solenidade que lembra a vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos.

A palavra pentecostes se refere aos cinquenta dias desde aquela memorável noite de Páscoa, em que nós celebrávamos a Ressurreição do Senhor. Agora, vem o Espírito Santo prometido, para nos fazer compreender toda esta obra realizada por Jesus Cristo.

A leitura dos Atos dos Apóstolos nos mostra que, naquele dia de pentecostes, os discípulos estavam todos reunidos no mesmo lugar. Ouviram então um barulho como se fosse o soprar de um vento muito forte, que encheu a casa onde estavam. Depois fala em línguas de fogo que se repartiam e pousavam sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo. Todos entendiam o que os apóstolos falavam.

Para nós interessa destacar que aqueles apóstolos, antes tão tímidos e por vezes até covardes, agora abrem portas e janelas e falam para uma multidão de três mil pessoas. E o primeiro a tomar a palavra é Pedro, precisamente aquele, que tinha sido nomeado coordenador dos apóstolos, mas também aquele que passou pelo vexame da tríplice negação, naquela noite em que começava a agonia do Senhor.

Agora ele fala com entusiasmo. Dá o seu testemunho de fé. Anuncia o Cristo vivo e ressuscitado. E ele arremata dizendo: “Nós somos testemunhas de todas estas coisas”. O Espírito Santo estava realmente transformando aqueles homens, antes tão medrosos, mas agora cheios de coragem e convicção. Estava nascendo a Igreja, à luz do Espírito Santo, e com anúncio firme e decidido dos apóstolos. Eles sabiam a quem estavam anunciando. E, mais para o final daquele capítulo dos Atos, o povo pergunta: “E o que nós devemos fazer”? – Mais uma vez é Pedro que responde: “Irmãos, convertei-vos e cada um de vós seja batizado, em nome de Jesus Cristo, para o perdão dos pecados”.

Pentecostes é a grande festa do Espírito Santo. É o dia em que nós comemoramos o início da pregação da Igreja. É o ponto de partida para uma história que já está completando dois mil anos de vida missionária e de testemunho do Ressuscitado.