assistenciasocial1Os Fundos de Solidariedade, mais do que mecanismos de financiamento de projetos, são instrumentos metodológicos da economia comunitária a serviço do desenvolvimento local, visto que os projetos sociais devem cumprir um papel de fortalecimento das organizações locais, das dinâmicas geradoras do desenvolvimento local/comunitário, econômico e social.
Daí o caráter pedagógico não assistencialista dos Fundos Solidários, pois agrega processos de formação cidadã para ampliação e conquista de direitos às ações de desenvolvimento, e, também, tece laços de solidariedade no que tange à priorização das regiões mais empobrecidas e necessitadas. 
Nesse sentido, a Mitra da Diocese de Novo Hamburgo apoiou financeiramente seis projetos para as equipes de Cáritas paroquiais: São José de Anchieta, São Jorge e São José Operário – São Leopoldo, Senhor Bom Jesus  – Santa Cecília em Taquara, São Pedro  – Pastoral do Menor Adolescente (PAMA) em Gramado e Sagrado Coração de Jesus  – Novo Hamburgo.
A finalidade consistiu em  contribuir na melhoria dos espaços físicos (três) equipes, para que possam prestar um trabalho qualificado e ter um local físico humanizado e, dessa forma, ampliar o serviço por meio das oficinas, objetivando o desenvolvimento local e a garantia da cidadania.
As demais equipes investiram na  aquisição de equipamentos para a melhoria do trabalho (duas equipes) e  uma para qualificar as ações com as crianças e adolescentes (material didático). A soma total de recursos investido foi de R$ 21 mil.
assistenciasocial2
Fotos: Arquivo / Cáritas diocesana